10 “Caipirinhas” que vão bombar em 2018 (…veja receitas)

Tempo de leitura: 14 minutos

Você saberia dizer quais são as caipirinhas que vão transformar o seu 2018 em um ano melhor?

Sabe dizer que Cachaça vai poder usar em suas caipirinhas?

E a melhor maneira de fazê-las?

É muito possível que você tenha feito pelo menos uma destas perguntas antes de chegar neste post!

E ainda bem que chegou aqui, porque nós vamos te mostrar não somente como se faz a Caipirinha, mas vamos dizer também qual a sua melhor escolha para 2018.

Sim, isso é uma responsabilidade e tanto.

Mas para chegarmos a esta conclusão, recorremos aos mestres.

Caipi News: Maracujá, tangerina, açúcar, Gelo e pimenta dedo-de-moça, por Gérson de Souza!

Ouvimos bartenders, produtores de Cachaça, especialistas e gente que vive de fazer Caipirinha.

O resultado desta conversa foi uma lista de 10 Caipirinhas que vão bombar em 2018.

Está preparado para esta incrível viagem sensorial?

Se sua resposta foi um sim, muito bem!

Mas antes de apertar os cintos, vamos resolver algumas questões sobre nossa Caipirinha.

Veja três respostas definitivas para todas as perguntas que você já fez ou ouviu sobre Caipirinha.

Vamos a elas!

# 1 – Caipirinha só pode ser feita com Cachaça de qualidade inferior?

Não.

Na verdade, Caipirinha pode ser feita com a Cachaça que mais agradar ao seu paladar.

O que é preciso que se deixe de lado é o preconceito.

Se você gosta da Cachaça “X” faça sua Caipirinha com ela.

Porém, quanto melhor a Cachaça, melhor será o seu drink.

Para te ajudar nesta escolha, fizemos um post onde mostramos que sim, Caipirinha pode ser feita com Cachaça que envelheceu em algum tipo de madeira!

# 2 – Caipirinha de Vodca pode?

Neste caso não se trata de pode ou não pode.

Trata-se mais de uma questão de ter a melhor experiência.

A caipirinha foi criada para ser feita com Cachaça e sensorialmente você não terá nada melhor com qualquer outro destilado do planeta.

E acredite: já tentamos com todos eles!

Pedir uma Caipirinha com um destilado que não seja Cachaça pode transformar sua degustação em  tomar o álcool pelo álcool.

# 3 – Afinal, Caipirinha pode ser feita com outra coisa que não seja o limão?

A brasileiríssima Caipirinha nasceu, segundo historiadores, no interior de São Paulo, para combater um surto de gripe que se espalhava pelo estado no início do século vinte.

Em sua receita original levava alho, mel, limão e Cachaça.

A mistura logo caiu no gosto popular e não demorou para ganhar adaptações.

A mais famosa delas, que dura até os dias atuais, é Cachaça, limão, açúcar e gelo.

Sucesso de norte a sul do país e até mesmo além de nossas fronteiras, a Caipirinha está no gosto de amantes da boemia e da boa poesia, como mostra a letra Feijoada Completa, do cantor e compositor Chico Buarque

O termo “uca” é só mais uma das milhares de variações que a palavra Cachaça recebeu ao longo dos tempos.

E se a criatividade aflorou e aflora sobre nossa Cachaça, por que não permitir que ela se deite também sobre nossa caipirinha?

#Aprenda a fazer a Cachaça da sua Caipirinha!

Sim!

O problema da escolha da Caipirinha acaba de ganhar mais uma solução!

Agora você pode fazer a sua!

Entre os dias 29 de janeiro e 5 de fevereiro, você poderá participar GRATUITAMENTE da Semana da Destilação em Casa.

Você vai aprender a fazer a sua própria Cachaça, além de outros destilados!

Inscreva-se agora, porque é grátis, mas as vagas são limitadas!

Link para inscrição: http://escoladacachaca.com.br/semana/

Veja neste vídeo, como se tornar um mestre do Home Distilling:

Posso fazer minha Caipirinha da forma como eu quiser, então?
A Caipirinha é protegida por um decreto-lei, mas a criatividade do brasileiro flexibiliza a lei e nos presenteia com verdadeiras iguarias no copo!

Sim, vamos nos permitir!

O Brasil é um celeiro de aromas, sabores e possibilidades sensoriais.

Então, nossa sugestão é: faça sua Caipirinha com Cachaça, limão, açúcar e gelo, mas não deixe de tentar uma mistura diferente!

Você só tem a ganhar.

E para te ajudar com estas misturas, fizemos este post com as 10 “Caipirinhas” que vão bombar em 2018.

Mas há algo que você precisa saber sobre isso!

A Caipirinha é praticamente um patrimônio histórico e cultural do Brasil.

E para preservar a tradição, marcando este drink como um traço cultural brasileiro, criou-se um decreto-lei.

Mas com a criatividade brasileira e a oferta sem fim de frutas e especiarias nacionais, logo se criou uma série de variações.

Ainda bem!

Assim você pode se divertir, criar suas próprias experiências e claro, compartilhar com a gente.

Para te ajudar selecionamos 10 “caipirinhas” que prometem bombar ao longo de 2018.

Faça todas e conte pra gente como é que elas ficaram!

Veja as receitas das 10 Caipirinhas que vão bombar em 2018
1 – Caipiouro

A nossa primeira sugestão é aquela para você brindar 2018 com todo poder que só a mistura perfeita entre o ouro e a Cachaça podem te oferecer!

A este encontro misturam-se os tradicionais limão, açúcar e gelo.

A Cachaça armazenada em tonéis da madeira amendoim do campo deixa a caipirinha leve, refrescante e com gostinho de quero outra.

Veja o vídeo que mostra a receita e a maneira correta de se fazer a Caipirinha perfeita!

2 – Sapequinha

Inspirado no toque sedutor das noites quentes do verão paraibano, “Caipirinha” Sapequinha traz uma explosão dos sabores cítricos do limão e do morango.

Para coroar, a Cachaça que leva o nome do drink: Sapequinha, armazenada por quatro meses em tonéis da madeira freijó.

Esta é para fazer, provar e contar para gente se ela vai ou não ser uma das sensações em 2018!

3 – Caipinews!

A Caipirinha acaba de virar uma notícia ainda mais especial.

O repórter Gérson de Souza, apaixonado pela Cachaça, acaba de revelar a receita de sua “Caipirinha” predileta.

Gérson é reconhecidamente o repórter que mais provou Cachaça diante das câmeras.

Uma marca e tanto em um assunto que ainda é tabu (infelizmente) em muitas emissoras de televião.

O repórter recebeu a equipe do Brasil no Copo para revelar um segredo.

O que você vai ver neste vídeo é a Caipirinha que o repórter toma em casa, com amigos e familiares, quando não está na aventura diária da busca de uma boa reportagem para o Programa Domingo Espetacular.

Veja, faça e claro, #Compartilhe

4 – Caipi Melancia Feliz
Melancia Feliz: Aproximadamente 10 cubos de melancia (pode deixar as sementes, mas use apenas a parte vermelha) 20 ml de suco de limão Duas colheres de açúcar (use a colher bailarina ou de chá)

Esta é uma caipirinha que fizemos várias vezes em 2017 e sempre com pedido de outras rodadas.

Resolvemos então compartilhar por aqui.

Usamos uma fruta que tem tudo a ver com o verão.

Com seus potentes 90% de água em sua composição, a melancia desponta como uma das frutas mais consumidas no verão, pico de sua safra.

Para dar um tom cítrico, colocamos um pouquinho de suco de limão.

Vamos à receita:

Ingredientes

  • Aproximadamente 10 cubos de melancia (pode deixar as sementes, mas use apenas a parte vermelha)
  • 20 ml de suco de limão
  • Duas colheres de açúcar (use a colher bailarina ou de chá)
  • 70 ml de Cachaça armazenada em tonéis da madeira Jequitibá

O segredo está no encontro refrescante da melancia com o cítrico do limão e as notas florais da Cachaça armazenada em Jequitibá.

Veja como fazer:

  • Macere a melancia com o açúcar, adicione o suco de limão. Coloque gelo até a borda e despeje a Cachaça em movimento circular no copo para que ela se misture bem com o gelo. Com o auxílio de uma colher ou de um mexedor, mexa delicadamente  a mistura, para liberar os aromas e sabores.
5 – Cinturinha de Pilão

Mais um toque nordestino nesta “playlist” de Caipirinhas para você fazer em 2018.

Desta vez recorremos ao Mandacaru Cachaçaria. 

Especializado na culinária nordestina, o Mandacaru, localizado em Guarulhos, na Grande São Paulo, possui uma carta com 48 rótulos rigorosamente selecionados pela equipe do Escola da Cachaça.

Veja a receita:

Ingredientes

  • Abacaxi (uma rodela cortada em cubos, dispensando o miolo)
  • Capim Santo
  • Raspas de gengibre
  • 2 colheres (chá) de açúcar
  • Gelo
  • Cachaça armazenada em tonéis da madeira amburana

Veja o vídeo e faça você mesmo a sua Cinturinha de Pilão!

 

6 – Caipi Caiobá

 

Quando convidamos a bartender Roselaine Uai para participar deste post, ela não pensou duas vezes.

E fez questão de sugerir um drink que preserve as tradições e as origens do Brasil.

Ro Uai, como é conhecida, foi buscar entre os indígenas a sugestão de Caipirinha que tem tudo para bombar em 2018.

Surgiu então a Caiobá, uma homenagem à tribo indígena que leva o mesmo nome, no estado do Paraná.

A fruta que se mistura ao limão é a “uba-peva”, muito comum na região litorânea de Guaratuba, no Paraná.

Uba-Peva – Fruto comum na região litorânea de Guaratuba, no Paraná!

Como pode não ser tão fácil para você encontrar este produto aí em sua região, a bartender sugere que a troca seja pelo abacaxi, fruta com gosto semelhante.

Vamos à receita!

Ingredientes

65 ml  de Cachaça  BASSI PRATA
50g  de doce em pasta artesanal  de  UBÁ-PEVA com  hortelã.
3 laminas de limão taiti
Garnish – fatia fina de limão e uma folha de hortelã
Gelo
Água com gás para finalizar

Modo de Preparo

Na coqueteleira levar todos os ingredientes menos água com gás

Bater bem fazer dupla coagem e  servir no copo baixo com laminas de limão e  gelo finalizar com pouco de agua com gás. Decorar livremente como queira .

Sobre a UBA-PEVA .

Os frutos são sucosos acidulados e tem gosto de abacaxi. e podem ser consumidos in-natura ou na forma de sucos, geléias e sorvetes.

As flores tem bom potencial apícola e a planta precisa ser cultivada para ser salva da extinção.

Preparo para o doce

400GR DE UBA –PEVA  polpa fresca

100m de agua filtrada

150 gr de açúcar cristal

10 folhas  de hortelã fresco

Triturar tudo ao liquidificador ate virar uma pasta . Peneirar , levar ao fogo por 20 minutos sempre mexendo.

Deixar esfriar  e pronto…Pode usar em seu drink.

7 – Caipi Sedução

Esta é para quem ainda teve não a experiência de fazer a Caipirinha com Cachaça amadeirada.

A receita é ara ser feita com Cachaça armazenada em tonéis da madeira Freijó, muito presente nas Cachaças do norte e nordeste do país!

A madeira deixa a Cachaça com aromas frutados e sabores que lembram a castanha-do-pará.

No drink, o cítrico do morango se encontra com o aromático manjericão, provocando uma explosão de sabores especiais.

Veja o vídeo e aprenda a receita!

8 – Caipi Ema

Cachaça branca, frescor do hortelã e os cítricos do abacaxi e do limão.

Para combinar com tudo isso, nada melhor que a Cachaça branca, destilada em alambique de cobre e apenas descansada em tonéis de aço inoxidável.

Nossa sugestão é a Gogó da Ema, de São Sebastião de Alagoas, no Estado do Alagoas.

Boa para a beira da piscina ou para o aconchego da sala de estar.

Caipi Ema: Uma fatia de abacaxi cortada em cubos / Meio limão cortado em fatia / 12 folhas de hortelã / 4 colheres (chá) de açúcar / 100 ml de Cachaça Gogó da Ema Inox / Gelo a vontade!

Vamos à receita!

Ingredientes:

  • Uma fatia de abacaxi cortada em cubos
  • Meio limão cortado em fatia
  • 12 folhas de hortelã
  • 4 colheres (chá) de açucar
  • 100 ml de Cachaça Gogó da Ema Inox
  • Gelo a vontade

Modo de preparo

Macere o abacaxi, o limão e as folhas de hortelã, junto com o açúcar. Coloque o gelo, adicione a Cachaça e mexa tudo com uma colher bailarina ou com auxílio de um mexedor.

9 – Caipirinha Detox
Caipirinha Detox: 1/2 folha de couve / Suco de um limão 1 colher de sobremesa de açúcar / 50 ml de Cachaça branca / Gelo a vontade!

Sabe aquela caipirinha para tomar no final da festa?

Esta é a sugestão de Kelly Costa, autora do site Caipirinha Prendada e colunista do Blog Brasil no Copo

Vamos à receita:

Ingredientes

  • 1/2 folha de couve
  • Suco de um limão
  • 1 colher de sobremesa de açúcar
  • 50 ml de Cachaça branca
  • Gelo a vontade

Modo de preparo

Macere a couve com o açúcar e acrescente o suco de limão e gelo. Adicione a Cachaça, mexa e sirva!

10 – Caipi selfie

Você pode fazer a Caipirinha com o destilado que você mesmo produziu em sua casa – Foto: epicurious.comA Caipi Selfie é sem dúvida, a grande Caipirinha de 2018.

É aquela que você vai fazer de forma especial, porque será feita com a Cachaça que você mesmo va produzir.

Sim, com o crescimento da onda do home distilling (movimento conhecido por fazer a própria Cachaça), você poderá produzir a sua Cachaça e impressionar os seus amigos com a Caipirinha feita com a bebida que você mesmo fez.

Imagine um cenário como este e agora coloque você mesmo como ator principal deste filme.

Fazer a própria Cachaça ou qualquer outro tipo de destilado é muito mais fácil do você imagina.

Para entender como isso é possível, se inscreva agora mesmo na Semana da Destilação e aprenda como fazer sua Cachaça.

Depois disto é só escolher os seus ingredientes e fazer do céu o limite de sua criatividade!

Quer saber mais sobre a Destilação em Casa?

Se você quer saber tudo sobre a destilação em casa e aprender de forma definitiva como fazer a sua própria Cachaça, Vodca, Rum, Aguardente de Melado, Uísque ou qualquer outro destilado, você está mais perto disto do que imaginava.

Vem aí a Segunda Semana da Destilação em Casa. 

Do dia 29 de janeiro ao dia 5 de fevereiro, você saberá tudo sobre Destilação.

Vai aprender por exemplo onde comprar o seu alambique, como escolher o destilado a ser produzido e como fermentar e destilar esta bebida, em casa, na companhia dos seus melhores amigos!

Inscreva-se agora, porque o workshop é grátis, mas as vagas são limitadas.

A gente se vê então, na Segunda Semana da Destilação em Casa. Baixe seu livro grátis e até lá!