5 macetes que você deveria saber antes de visitar um alambique de cachaça

Tempo de leitura: 8 minutos

Visitar um alambique é uma das experiências mais incríveis para quem gosta de uma boa Cachaça.

Mas pode ser ainda melhor se você souber o que fazer quando estiver em um.

Nossa missão sempre foi visitar alambiques e fazer novas descobertas.

Resolvemos, então, compartilhar as experiências para que você faça sua próxima viagem como  um expert no assunto.

 

Alambique da Cachaça Quinta das Castanheiras

Alambique da Cachaça Quinta das Castanheiras, que atende de segunda a sábado, também nos domingos e feriados.

#O primeiro alambique a gente não esquece

Antes de entrar nas dicas, quero contar aqui uma história de quando visitei meu primeiro alambique.

Para mim tudo era muito novo e eu nem sabia porque a maioria das pessoas estava tão encantada com aquela visita.

Foi na cidade de Paraty, onde hoje existem menos de 10 alambiques que produzem Cachaça legalizada em atividade.

Ao ver toda aquela gente se divertindo, provando Cachaça dos barris e dando suas opiniões sobre o que estavam bebendo e de forma tão segura, fiquei curioso.

taça de cachaça de alambique

Foi amor ao primeiro gole

Voltei para São Paulo encantado com tudo aquilo e passei a buscar informações, o que era muito raro naquela época.

Passei a estudar cada palavra que vi e cada coisa que ouvi daquele mundo incrível que eu estava apenas conhecendo.

Hoje, mais de 20 anos depois e centenas de alambiques visitados, resolvi escrever aqui o passo a passo para que você tenha a melhor experiência.

# Conheça o passo a passo da visita a um alambique

A primeira lição que que aprendi é que viajar vai melhorar muito seu estado de espírito, você vai conhecer novas pessoas e ter novas experiências.

Segundo uma pesquisa uma feita recentemente pelo site salon.com, é muito mais provável encontrar a felicidade em viagem, do que no acúmulo de bens materiais.

Para nós os resultados desta pesquisa podem ser facilmente explicado, quando nos deparamos com alambique como o da Cachaça Tiara.

alambique cachaça Tiara
Cachoeira-Jurumirim, presente da natureza para quem vai a Barra Longa (MG) visitar o Alambique da Cachaça Tiara.

Localizado na cidade de Barra Longa (MG), o alambique arrasta pessoas pela simpatia de Gabriela Lanna e Juliano Siqueira, donos  do local.

A pegada empreendedora e a excelente Cachaça que produzem por lá foi mostrada por Rafael Araújo, da Cachaçaria Nacional. Veja:

Antes de começar porém, que tal  um pouco mais de conhecimento sobre nossa Cachaça? Veja o livro Os Segredos da Cachaça e saiba o que vai encontrar em cada lugar que for visitar.

Ok, agora que você já está familiarizado com o fantástico universo da Cachaça, vamos as dicas.

Temos certeza que ao final deste post, você saberá exatamente o que fazer em um alambique.

Sim, tem segredos, mas você saberá de todos! Vamos às dicas e se depois delas, você ainda tiver alguma dúvida, é só comentar conosco. Vamos às dicas:

#1 – Conhecer as regiões produtoras

Em praticamente todo território Brasileiro é possível encontrar um bom produtor de Cachaça legalizada.

Sim, você deve procurar somente os alambiques que produzem Cachaça com registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Cachaça é um produto alimentício e como tal, deve ser produzido com segurança alimentar.

E é exatamente a fiscalização imposta pelos fiscais do Ministério da Agricultura que vai te garantir esta segurança.

Separamos aqui as regiões pelo seu “DNA” produtor. Vamos a elas:

Alambiques de Paraty
alambique cachaça paratiana paraty
Alambique da Cachaça Paratiana, no roteiro de descobertas na Mata Atlântica.

A região na época do Brasil colônia, era ponto de passagem de escoamento do ouro.

O metal vinha de Minas Gerais e embarcava para Portugal nos portos do litoral sul fluminense.

Percorrer a longa e difícil estrada real no lombo de mulas e cavalos era uma missão, que necessitava da Cachaça para renovar a energia.

E no caminho havia…Alambique de Cachaça!

Ao longo da estrada dezenas de paragens contavam com um bom alambique e a própria Cachaça era fortemente negociada nesta época de viagem entre Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Hoje, alambiques que produzem Cachaças como as Coqueiro,  Paratiana, Maria Izabelconstam nos roteiros de passeios pela cidade.

Paraty é só um exemplo de escolha na hora de montar o seu roteiro de viagem. Mas há outros!

Para quem está a caminho do Rio Grande do Sul, por exemplo, deixar os roteiros tradicionais de lado e mergulhar na Rota Romântica da Cachaça é uma excelente opção.

cachaça alambique no copo

A rota fica em Ivoti, no interior do Rio Grande do Sul, onde Evando Weber produz a Weber Haus, Cachaça que se destaca por conquistar um paladar mais dado a bebidas mais leves.

Se você quer construir o seu próprio roteiro, nós podemos te dar uma mãozinha. Leia este artigo onde mostramos 9 alambiques que você precisa visitar.

Alambiques de Salinas
alambique Salinas cachaça seleta boazinha
Salinas: melhor é visitar em Julho, durante Festival da Cachaça.

Salinas é a cidade mineira mais famosa entre os apreciadores de Cachaça. Muito por conta das Cachaças envelhecidas em tonéis da madeira bálsamo.

Visitar Salinas é ter uma experiência única é ter contato com mais de 60 rótulos de Cachaça.

Em Salinas tem o Festival da Cachaça!

Claro que a cidade, que tem eu seu principal ativo a Cachaça, tem atendimento ao turista o ano inteiro.

Mas para quem busca um pouco mais de agitação, o mês de julho é ideal para se visita, por conta do festival da Cachaça de Salinas.

Em 2017, de acordo com o calendário da Associação Mineira dos Produtores de Cachaça de Qualidade, o festival está marcado para os dias 14, 15, 16 e 17 de julho.

Outras sugestões!

As duas regiões são apenas exemplos de bons locais para se conhecer. Outras sugestões:

  • Abaíra – Bahia
  • Brejo Paraibano – Paraíba


    #2 – Pesquisar alambique pelas as redes sociais

alambique cachaça middas

Todo bom alambique possui uma página no Facebook, um perfil no instagram, ou se relaciona com seu cliente através de e-mail.

 

As páginas destes alambiques podem te mostrar como chegar até ele e aproveitar promoções.

Você também poderá se programar, por exemplo, para usar seus cartões de débito ou crédito.

#3 – Aprender a degustar Cachaça

Sobre isso, podemos dizer que saber apreciar uma Cachaça de alambique vai tornar a sua visita a um alambique uma experiência realmente incrível e inesquecível.

Para te ajudar neste item, preparamos um infográfico que ensina o passo a passo para você saber o que fazer quando estiver diante de uma boa Cachaça. Veja:

avaliar cachaça alambique

Além disso, você também pode se informar por este artigo que fizemos mostrando os 9 passos para degustar Cachaça como se você fosse um sommelier.

 #4 – Conhecer madeiras para envelhecer Cachaça

Você já pesquisou pelas redes sociais, já leu muito conteúdo de nosso blog e já sabe aonde vai encontrar o seu alambique predileto em sua próxima viagem.

Mas que tal avançar ao próximo nível e saber as características das madeiras para envelhecer a Cachaça?

Isso vai fazer toda diferença na hora de você decidir a sua compra e você estará um passo adiante de qualquer vendedor do alambique. Veja nossas dicas:

#5 – Conhecer o fantástico universo da Cachaça

Este é o tópico mais fundamental para quem quer começar a dar os primeiros goles no Mundo dos alambiques.

A Cachaça é um produto de excelência, deve ser apreciada de forma elegante e com isso, sua experiência será muito melhor.

Quer saber mais? Faça um curso!

Para saber tudo sobre nossa Cachaça você pode se inscrever no Curso Escola da Cachaça, o primeiro totalmente online do planeta.

O curso conta com uma série de bônus, como palestras de especialistas, receitas de drinks, e descontos em Cachaçarias.

Alunos do Escola da Cachaça participação em uma comunidade exclusiva pelo Facebook, onde as trocas de informações, continuam mesmo depois do curso concluído.

Pegue seu guia e boa viagem!

Bom, agora que você já sabe tudo que precisa saber antes de visitar um alambique, escolha o seu e boa viagem.

E para te ajudar nesta viagem, adquira o livro Os Segredos da Cachaça e vá para seu alambique preferido praticamente como um especialista.

Um brinde e agente se vê em um dos alambiques deste Brasil. Até lá!