10 drinks com Cachaça que vão bombar no carnaval 2020

10 drinks com Cachaça que vão bombar no carnaval 2020

Tempo de leitura: 26 minutos

Conheça os 10 drinks com cachaça que vão bombar no carnaval 2020

Para você qual será o grande drink que vai bombar no Carnaval 2020?

Para te ajudar a responder esta pergunta nós relacionamos 10 que vão fazer a alegria do apreciador.

Clique para entrar no canal Escola da Cachaça no Telegram
https://t.me/ecachaca

Convidamos os produtores das Cachaças que você vai usar em cada um dos drinks – Conheça:

Cachaça da Quinta 👉Compre aqui
Cachaça do Bonito 👉 Compre aqui
Dom Eustáquio 👉 Compre aqui
Estância Moretti 👉 Compre aqui
Cachaça Paramirim 👉 Compre aqui

Reserva do Zito 👉 Compre aqui
Cachaça Tellura 👉 Compre aqui

Cachaça Triunfo 👉 Compre aqui
Vale do Riachão 👉 Compre aqui
Cachaça Sóbria 👉Compre aqui
Middas Cachaça 👉 Compre aqui

Vale do Riachão, Estância Moretti, Paramirim, Tellura, Da Quinta, Sóbria, Do Bonito,
Reserva do Zito, Dom Eutáquio e Triunfo, estão na nossa seleção para fazer
os drinks com Cachaça que vão bombar no Carnaval 2020!


Cada um dos produtores destas cachaças enviou uma sugestão de drink para o carnaval.

E melhor, com a receita para que você possa fazer e se divertir no seu carnaval.

A folia de Momo é a festa mais popular do planeta.

Aqui no Brasil não tem quem não se mexa, seja no ritmo que adotar.

Vamos começar a verdadeira festa da coquetelaria popular com nosso drink bônus!

Abacaxi dos Deuses, o Drink Bônus que vai bombar no Carnaval 2020

Conheça agora as 10 Cachaça para fazer os drinks que vão bombar no carnaval 2020.

A Middas Cachaça está em festa.

Acaba de ser apontada por um painel de 52 especialistas, como uma das 50 melhores Cachaça do Brasil.

A Middas já foi premiada em 7 concursos internacionais e em 4 diferentes continentes.

E por que a Middas Cachaça tem ouro de verdade?

O ouro é consumido há mais de 5 mil anos, por reis, rainhas, faraós e grandes líderes da humanidade.

A Cachaça é inspirada na história do Rei Midas, da mitologia grega, que transformava em ouro, tudo aquilo que tocava. Agora você também vai experimentar este poder de transformação.

O ouro da Middas é purificado por um renomado laboratório na Alemanha e certificado pela União Européia, pelo seu absoluto grau de pureza.

A Middas Reserva dos Proprietários é uma edição LIMITADA e numerada de apenas 1.000 garrafas por ano.

Trata-se de um blend exclusivo de cachaças envelhecidas por três anos em barris de carvalho americano, carvalho francês, jequitibá rosa e um toque suave de amburana.

Todos barris são de primeiro uso, trazendo ao apreciador uma verdadeira festa sensorial.

Imagine você, naquele momento especial, degustando uma Cachaça que te traz notas de caramelo, tabaco, chocolate, baunilhas, canela e outras especiarias.

Veja como fazer o Abacaxi dos Deuses

Ingredientes:
1 abacaxi
3 colheres de mel
1 colher (chá) de gengibre fatiado
4 doses de Middas Reserva
Gelo a vontade

Modo de preparo

Use uma tinta spray dourada para pintar o abacaxi e deixe secar bem. Retire o miolo da fruta e bata no liquidificador, junto com os outros ingredientes, adicionando a Cachaça e o gelo.

Sirva tudo dentro do abacaxi. Dica: com o abacaxi vazio, coloque um copo para reter a bebida

Serviço

Middas Cachaça Reserva do proprietário
Volume: 39%
Origem: Dracena – SP
Envelhecimento: blend de Carvalho americano, carvalho francês, jequitibá e amburana
👉Compre aqui

Agora, veja como fazer os drinks 10 drinks que vão bombar no carnaval 2020 e conheça a Cachaça você vai usar em cada um deles!

#1 – “Carioca” com a Cachaça Da Quinta

O ano de 2009 foi especial para a Cachaça da Quinta, produzida no município do Carmo, na região Serrana do Rio de Janeiro.

Na ocasião a Cachaça começava a cair de vez no gosto do apreciador ao se destacar nas melhores lojas, bares e restaurantes da capital fluminense.

Era a coroação de uma história que começou em 1923, quando o imigrante português Francisco Lourenço Alves implantou uma série de cuidados ao processo de produção da Cachaça.

Em 2013, ao completar 90 anos, a Cachaça foi inscrita pela primeira vez em um concurso internacional.

E conquistou a Medalha de ouro duplo no Spirits Selection, realizado pelo Concours Mondial de Bruxelles.

A medalha de ouro duplo é conferida quando os jurados conferem a nota máxima a uma bebida.

A Da Quinta voltou a ser premiada no mesmo concurso,desde então (exceto em 2018, por não ter participado) até 2019.

E qual seria a receita para tanto sucesso?

A alquimia da Cachaça Da Quinta foi passando de geração em geração até que no início do século XXI, quando a empresária Katia Alves Espírito Santo assumiu a produção.

Katia tem uma Cachaça que valoriza a própria história e se aprimora com o tempo.

Todas as nossas versões da Cachaça da Quinta têm o selo de certificação Orgânica concedido pelo Instituto de Tecnologia (INT)”, que consta no contra rótulo dos nossos produtos

Katia Alves do Espírito Santo – Proprietária da Cachaça Da Quinta

A Cachaça Da Quinta, com toda sua história e seu modo sustentável de produção, vai bombar no Carnaval com o Drink Cariocas, feito especialmente pelo bartender Laércio Zulu, para uma experiência gastronômica, de fácil e rápido preparo.

Veja a receita de “Cariocas” e se prepare para cair na folia! 


Ingredientes
50 ml Cachaça Da Quinta – Branca 
30 ml infusão de mate 
20 ml suco de laranja 
10 ml mel 

Modo de preparo 
Sirva os ingredientes em copo longo, misture com uma colher para homogeneizar o mel com os demais ingredientes. Adicione bastante gelo. Decore com uma fatia de laranja e uma casca.

Serviço
Cachaça Da Quinta – Branca – 42% vol, 500 ml
Origem: Fazeda da Quinta – Município do Carmo – RJ
Descansada em Inox
👉Compre aqui

# 2 “Caipirinha com uva” com a Cachaça do Bonito

A Cachaçaria Vilela e Vilela, produtora da Cachaça Do Bonito nasceu de um sonho das empresárias Maria Theresa Vilela e Marlene Vilela.

Poder tocar um projeto iniciado pelo sogro, Vicente Vilela, que em 1992 começou a produzir uma Cachaça que de cara, caiu no gosto da vizinhança.

A procura era tanta, que acabou originando o nome da Cachaça. Batizada pelo Jose Raimundo, filho do fundador.

Todo mundo começou a perguntar: cadê aquela Cachaça do Bonito? Maria Thereza Vilela.

Maria Thereza Vilela – Sócia-proprietária da CAchaça Do Bonito

Bonito é o nome do bairro onde fica a Fazenda Santo Expedito, em Monte Sião, no estado de Minas Gerais.

Com o Seu Vicente e José Raimundo já falecidos, Maria Theresa e Marlene resolveram reativar o sonho.

Uma das boas lembranças do criador da marca está exatamente no rótulo da Cachaça.

Foi Jose Raimundo que com uma câmera na mão e uma ideia na cabeça, saiu pela fazenda para procura o melhor ângulo da foto.

Deu certo!

A foto estampa carinhosamente o rótulo da Cachaça Do Bonito!

Só que desta vez, começaram a fazer tudo como manda o figurino, ou seja, criaram a empresa e buscaram o registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA.

Deu muito trabalho, a gente teve que reformar o alambique, cuidar da plantação e investir bastante em treinamento sensorial, mas valeu muito a pena

Maria Theresa Vilela

O resultado de tanto empenho são cachaças que mostram porque no início dos anos 90 ela era tão procurada pelos fãs.

A Do Bonito é envelhecida em tonéis de Carvalho em sua versão ouro, o que agrega aromas e sabores especiais conferidos pela madeira.

Já a versão prata é apenas descansada em dornas de aço inoxidável, o que preserva na Cachaça os aromas da cana-de-açúcar e todo frescor da boa Cachaça produzida entre as montanhas da cidade mineira.

Para levar toda alegria da boa Cachaça ao folião, a Do Bonito convidou ninguém menos que Kelly Costa, a rainha da caipirinha, para produzir o drink da festa.

Veja a receita da “Caipirinha com uva” que vai bombar no Carnaval!

Caipirinha com uva

Ingredientes:
2 doses (100 ml) de Cachaça do Bonito (Prata)
3 colheres (sobremesa) de açúcar cristal
1 limão tahiti
12 uvas cortadas ao meio e sem semente (nesta receita fizemos com uva Itália)
Gelo ao gosto

Modo de fazer:

Corte as uvas ao meio, retire as sementes e coloque no copo para macerar. Deixe 3 inteiras para decorar no final. Acrescente 1 colher de açúcar sobre as uvas e macete bem. Acrescente o limão cortado, sem miolo e com a polpa pra cima. Acrescente o restante do açúcar e macere para soltar o caldo do limão. Coloque algumas pedras de gelo;Agora, sobre o gelo, coloque a cachaça e mexa bem. Coloque algumas uvas inteiras sobre o drinque para decorar e até mesmo uma lâmina de limão na borda.

Produção da foto: Blog Caipirinha Prendada – Mais receitas no canal do YouTube www.youtube.com.br/caipirinhaprendada e no site www.caipirinhaprendada.com.br

Serviço:
Cachaça do Bonito
Volume: 40%
Descansada em dornas de aço inoxidável
👉Compre aqui

# 3 – “Dom Silvanio” com Cachaça Dom Eustáquio

O ano passado foi de muita festa para a família de seu fundador.

A alegria foi embalada pelo sabor da Cachaça Dom Eustáquio.

Aliás, este era o motivo da festa!

Dando continuidade ao legado iniciado com seu bisavô, há 8 décadas atrás, seu avô, Antônio Generoso fazia uma Cachaça que alegrava a vizinhança, na pequena cidade de Wenceslau Braz, no interior do Paraná.

Como não poderia ser diferente, a fama da branquinha se espalhou como “Cachaça do Generoso”.

O fundador da Dom Eustáquio que herdou o gosto pela boa cachaça, fez nascer a marca.

A Cachaça Dom Eustáquio já nasce orgânica, o que denota uma preocupação com a imagem do produto junto ao consumidor.

Hoje nossa cachaça é feita em parceria com um alambique em destaque pela excelência na produção de cachaça orgânica, na cidade de Siqueira Campos, também no interior do Paraná

Michael Isac – Proprietário da Cachaça Dom Eustáquio

A Dom Eustáquio chega ao apreciador nas versões prata, descansada em tonéis de aço inoxidável e na versão ouro, envelhecida no barril de carvalho, por no mínimo 1 ano.

E é a versão prata que vai desfilar no paladar dos consumidores mais exigentes, ao apresentar o drink “Dom Silvanio”.

O nome é uma referência ao criador, o bartender  e sommelier Silvanio Lourica. Veja como fazer e caia na folia, com moderação, claro!

Ingredientes

70 ml de cachaça Dom Eustáquio branca
1 rodela de abacaxi
2 colheres de açúcar refinado
Cubos de gelo
1 picolé de coco branco ao leite
Licor de menta

Como fazer

Pique em cubos o abacaxi, desprezando o miolo. Macere levemente o abacaxi. Acrescente o açúcar, o gelo e a Cachaça Dom Eustáquio. Após misturar, coloque o picolé de coco, acrescente um fio de licor de menta e saboreie o Dom !

Serviço:

Cachaça Dom Eustáquio – Branca – 40% vol
Origem: Siqueira Campos – PR
Descansada em tonel Inox
👉Compre aqui

# 4 – “Drink Moretti” com Cachaça Estância Moretti

Um drink que presenteia o paladar ao misturar o morango com a dose certa da Cachaça Estância Moretti prata.

Seu idealizador, Luiz Carlos Moretti sempre cultivou o sonho de produzir uma grande Cachaça artesanal em alambique de cobre.

Ela teria garrafas diferentes com rolhas e rótulos especiais.

Ele reuniu técnicos especializados para seleção de barris, com características sensoriais que agradassem tanto ao público especializado quanto o consumidor final.

Durante a seleção participaram também amigos, futuros compradores e apreciadores do destilado nacional.

Ele uniu toda a experiência técnica para separar os melhores barris de carvalho americano e europeu com a simplicidade do gosto dos consumidores, assim nasceu a CACHAÇA ESTÂNCIA MORETTI.

E para a folia do rei Momo, Moretti preparou algo muito especial.

Aprenda a fazer drink, colorido, suave e refrescante que leva o nome de Moretti.

Ingredientes

1 limão
50 g de frutas vermelhas (morango, framboesa, amora) ou os 3.
3 colheres (chá) de açúcar
50 ml de Cachaça Estância Moretti
Gelo a gosto

Como fazer
Corte o limão em 4 pedaços, coloque as frutas vermelhas, açúcar e macere, adicionar gelo a cachaça e a hortelã e agite.

Serviço

Cachaça Estância Moretti
Volume: 40%
Origem: Jandaia do Sul – PR
Armazenada em Dornas de Aço Inoxidável
👉Compre aqui

# 5 – Frozen de Maracujá com a Cachaça Paramirim

Um drink que presenteia o paladar com o cítrico do maracujá e as delícias da Cachaça branca da Chapada Diamantina.

É no sudoeste da Bahia, mais precisamente no portal da Chapada Diamantina, que é produzida de forma artesanal a Cachaça Paramirim.

Respeitando sempre  todos os critérios de qualidade em todas as etapas de produção.

E isso, desde o plantio na seleção das sementes passando pelo tempo de fermentação, controle de temperatura de destilação em panela de cobre, até o engarrafamento.

E tudo feito com muito amor, dedicação e respeito, para alcançar uma bebida que agrada o paladar de todos, com refrescância e sabor adocicado inigualável.

Presente pela primeira vez na Expocachaça 2019 teve a honra de participar do concurso a cegas, conquistando segundo lugar com a Paramirim Ouro Armazenada em Carvalho.

O sucesso do nosso trabalho se deve a cada um dos nossos amigos e clientes que de forma direta ou indireta faz parte da nossa história tornando a cachaça Paramirim uma das melhores cachaça do Brasil.

@cachaça-paramirim o raro sabor da cachaça artesanal da Chapada Diamantina.

E da Bahia, para o mundo a Paramirim oferece ao folião o seu Frozen super refrescante e providencial para o carnaval, receita caseira e super fácil de fazer.

Veja como fazer o Frozen super refrescante que vai bombar no Carnaval de 2020

Ingredientes

200ml de polpa de maracuja congelada
50ml Cachaça Paramirim Prata (se preferir mais forte dobrar a quantidade)
50ml leite condensado (se gostar mais doce dobra a quantidade)
50ml creme de leite

Modo de fazer:

Bater todos os ingredientes no liquidificador, colocar o liquido cremoso em uma bela taça e ótima degustação a todos.

Serviço

Cachaça Paramirim
Volume: 42%
Origem: Chapada Diamantina – BA
Descansa em dornas de aço inoxidável
👉Compre aqui

#6 – “Pierrot Tropical” com a Cachaça Reserva do Zito

Um drink que mistura o tropicalismo do abacaxi com os sabores inusitados da Cachaça envelhecida em Tonéis de Ipê.

Em 2019 os juízes do Spirit Selection do Concurso Mundial de Bruxelas se renderam aos aromas e sabores peculiares da Cachaça Reserva do Zito branca.

A Cachaça recebeu a medalha de ouro em sua primeira participação em um concurso internacional, um feito e tanto!

E não é pra menos!

A Reserva do Zito é produzida desde 1945 no Engenho que leva o mesmo nome, na cidade de Passagem Franca, no Maranhão.

Mas somente em 2019 foi parar nas mãos dos juízes para o deleite geral.

A Cachaça chega ao consumidor nas versões Prata, apenas descansada em dornas de aço inoxidável.

Além dela, tem também a ouro, envelhecida em toneis de Carvalho.

E lá no engenho se produz a Cachaça que surpreendeu o público na Expocachaça de 2019, ao apresentar aromas defumados, que não se encontram com a mesma intensidade em nenhuma outra Cachaça do Brasil.

Trata-se da Reserva armazenada em tonéis da madeira Ipê Amarelo.

Os produtores não revelam o segredo (nem deveriam), mas nós desconfiamos que tem a ver com o clima onde as cachaças são produzidas.

O Engenho fica entre as águas límpidas do Rio Inhaumas e um belíssimo buritizal

José Geraldo – Cachaça Reserva do Zito

Com certeza o ar e o clima estão entre os responsáveis por tamanha qualidade.

Sem contar o carinho com que todos cuidam da Cachaça.

Na Expocachaça 2019, testemunhamos toda família envolvida na produção, falando com o coração sobre a Cachaça produzida em Passagem Franca.

Obedecemos a tradição do engenho a Reserva do Zito e nos orgulhamos em apresentar cachaças generosas e espirituosas, marcadas pela originalidade de aromas e sabores incomparáveis

José Geraldo – Cachaça Reserva do Zito

Do nordeste do Brasil para animar o Carnaval brasileiro, vem o drink Pierrot Tropical!

Aprenda a fazer o Pierrot Tropical, o drink da Reserva do Zito que vai bombar no Carnaval 2020

Ingredientes:

Meia xícara de abacaxi picado
Hortelã a gosto
1 Colher (sopa) de açúcar
60 ml de cachaça Reserva do Zito armazenada em barris de ipê.

Como fazer:

Em um copo longo coloque o abacaxi e o açúcar e macere. Dê uma leve batida na hortelã com a palma da mão para liberar o aroma e acrescente ao copo. Encha o copo com gelo e acrescente a cachaça. Mexa delicadamente e aprecie!

Serviço

Reserva do Zito
Volume: 40%
Origem: Passagem Franca – MA
Armazenamento: Tonéis de Ipê
👉Compre aqui

#7 Verão dos Goytacazes com a Cachaça Tellura

Mais de um século de tradição!

Isso é o que o apreciador está degustando quando abre uma garrafa da Cachaça Tellura, para receber amigos, ou simplesmente aproveitar aquele momento especial.

Os mais atentos à história terão a prova da longevidade da Tellura ao ler o livro do Centenário da Independência do Brasil – Álbum do Estado do Rio de Janeiro.

Lá está o relato:

Em 1922 Clodomiro R. Vasconcelos produziu na então Usina Abbadia, 27 mil sacas de açúcar e 530 pipas de aguardente

Livro Centenário da Independência do Brasil

Em 2015, a Fazenda Abbadia lança a Cachaça Tellura resgatando a arte da alambicagem nesta tradicional região produtora.

A Cachaça recebeu em Bruxelas, o reconhecimento do “International Taste & Quality Institute” – referência mundial em avaliação e promoção de bebidas.

As Tellura foram premiadas ainda no Spirits Selection de San Francisco, nos EUA e Bruxelas na Bélgica, além do IWSC de Londres;

A Cachaça de Campos dos Goytacazes foi premiada ainda com a medalha de Ouro – Pontuação Máxima na categoria Madeiras Brasileiras – no EXPOCACHAÇA, a maior vitrine para a Cachaça em todo planeta.

Hoje o engenho produz a Prata, apenas descansada em dornas de aço inoxidável, a Jequitibá-Rosa armazenada por 3 anos e a Amburana, que descansa por mais de 3 anos antes de ser engarrafada e distribuída ao consumidor.

Para alegrar ainda o folião em todos os cantos do país, o bartender Walter Garin criou o “Verão dos Goytacazes”;

Aprenda como fazer o “Verão dos Goytacazes”

Ingredientes:

– 50 ml de Cachaça Tellura jequitibá-rosa
– 10 ml de suco de limão taiti
– 100 ml de água tônica
– 1 casca de limão siciliano para aromatizar (torcer em cima do drink)
– 1 saquinho de chá de verde

Comofazer (modalidade montado)

Montar em taça de vinho com bastante gelo, colocar os ingredientes na ordem da receita, misture com uma colher e desfrute.

Autor: Walter Garin
F
oto: @Studioprimefotografia

Serviço

Cachaça Tellura
Volume: 40%
Origem: Campos dos Goytacazes – RJ
Armazenada em toneis de jequitibá-rosa
👉Compre aqui

#8 Ice com a Cachaça Triunfo

Um drink extremamente popular, prático, refrescante e que faz a alegria de qualquer folião.

Esta é a proposta da Cachaça Triunfo, de Areiass, na Paraíba, para bombar no Carnaval.

250 mil garrafas vendidas todos os meses!

Para um volume de vendas assim, somente uma máquina bem estruturada e trabalhando a todo vapor.

Mas é exatamente a visão que se tem quando se olha para o Engenho Triunfo, em Areia, no interior da  Paraíba, onde é produzida a CACHAÇA TRIUNFO.

Mas para entender esta máquina em operação é preciso voltar até o ano de 1994, quando o empreendedor Antonio Augusto iniciou o desafio que hoje se transformou em sucesso!

Tudo começou com uma pequena moenda, um alambique, sem os conhecimentos de produção, mas com muita vontade de vencer”

Thiago Baracho -Cachaça Triunfo

Thiago, que é responsável técnico pela produção da Cachaça Triunfo lembra a história de Maria Julia, esposa de Antonio Augusto, que abraçou o sonho do marido e juntos iniciaram a empreitada.

Ele conta que Maria Julia tinha dois empregos e largou de um deles, para literalmente vender cachaça de bar em bar.

O resultado de tanto esforço está nas planilhas que hoje mostram um engenho que proporciona ao mercado de trabalho mais de 40 empregos diretos e  mil empregos indiretos.

Hoje o engenho conta com uma variedade de Cachaças que vai desde a branca, apenas descansada em dornas de polietileno, passando pelas armazenadas em barris de carvalho,  umburana, jequitibá-rosa, bálsamo, jaqueira e castanheira.

A marca também mantém garrafas de porcelana que agradam em cheio os olhos e o paladar de turistas e dos mais exigentes dos apreciadores.

Para o carnaval, a Triunfo vai invadir os quatro cantos do Brasil com sua ICE, uma bebida alcoólica mista gaseificada, sabor limão, que inova em usar na sua composição cachaça de alambique, dando um toque especial e diferenciado em relação as bebidas do mesmo gênero existente no mercado.

Garantindo assim  um sucesso de vendas desde o lançamento.

O sucesso da Triunfo poderia ser contado de várias maneiras, mas nenhuma delas superaria a visão do poeta Flávio Dantas, que em seu cordel cravou:

Em cordel vem um registro,
Num histórico bem contado,
Mostrando que desde o início
Cada passo que foi dado
Na rima trago a Triunfo
Num sonho realizado”

Flavio Dantas – Poeta

Serviço

Cachaça Triunfo
volume: 39%
Origem – Areia – PB
👉Compre aqui

# 9 – “Na Batida do Maracujá” com a Cachaça Vale do Riachão

Se você está procurando uma boa Cachaça armazenada em tonéis de Jequitibá para fazer o seu drinque de carnaval, eu tenho uma excelente notícia:

Você vai levar para sua folia ou para apreciar na companhia de amigos e familiares a Vale do Riachão.

Para nós do Brasil no Copo, uma das grandes surpresas da Expocachaça 2019 e por isso, resolvemos compartilhar com você esta agradável experiência sensorial.

Mas antes de cair na folia, é preciso que você conheça um pouco da história da Vale do Riachão, a cachaça mais notável da região de Sucupira do Riachão, no estado do Maranhão.

Para ser mais exato, no sítio Vertentes, na zona rural de Sucupira do Riachão.

Mas esse título não nasceu da noite para o dia.

A Vale do Riachão foi criada no ano de 2009 e deu continuidade a história de uma região que tem na Cachaça um dos principais pilares de sua construção cultural, econômica e social.

No período colonial o Maranhão foi grande produtor da cana-de-açúcar, mas esta cultura acabou ficando de lado, sendo retomada com força total no início do século XXI.

Va Vale do Riachão, pelas mãos de Erivam Holanda, surge neste contexto, como reativador da cultura do destilado nacional no estado.

E Erivan caprichou. Reuniu o que tem de melhor em tecnologia de produção de Cachaça e juntou com a tradição de consumir o melhor da aguardente brasileira.

O resultado são rótulos que chegam à mesa do consumidor com Cachaças envelhecidas cuidadosamente em tonéis das madeiras Carvalho americano, Amburana e Jequitibá.

Usamos a versão Jequitibá para fazer o seu drinque de carnaval.

Aprenda a fazer o Na Batida do Maracujá

Ingredientes

– 3 maracujás maduros
– 1 lata de leite condensado
– A mesma medida da Cachaça Vale do Riachão Jequitibá ou Amburana
– Gelo a vontade

Como fazer:

Bata bem os ingredientes em uma coqueteleira e sirva em um copo modelo taça. Adicione gelo para tornar o drinque ainda mais refrescante.

Serviço:

Cachaça Vale do Riachão
Volume: 40%
Origem: Sucupira do Riachão – MA
Armazenada em toneis de jequitibá
Compre aqui

# 10 – Sol e Brisa com a Cachaça Sóbria

A Cachaça Sóbria, trouxe a história de uma paixão para ser bebida durante todo o carnaval, mas nem pensar em acabar na quarta-feira de cinzas.

O sol e Brisa nasceu da relação do casal dono da Cachaça Sóbria.

O sol e a brisa juntos numa incrível jornada sensorial!

Assim nasce a Cachaça Sóbria, dos empreendedores Mauro dos Santos e Maysa Azevedo.

Quem conhece a gente diz que somos o sol e a brisa, então nós pensamos em colocar o nome de nossa Cachaça de Sol e Brisa, porém já existia esse nome. Então, nasceu a Sóbria, junção das duas palavras

Mauro dos Santos – Proprietário da Cachaça Sóbria

A Cachaça, produzida em Itupeva, no interior de São Paulo, nasceu de uma forma diferente, com pensamento maduro.

E extremamente focado na boa experiência do apreciador.

E a razão para isso ter acontecido é simples!

Mauro  e Maysa passaram  um tempo observando o mercado da Cachaça antes de se lançar no mundo dos negócios.

Nós pensavamos em criar um curso para explicar a Cachaça para as pessoas, pois em todo lugar que a gente ia tomar uma boa cachaça, se deparava com a falta de informação

Mauro dos Santos

Mas em lugar de seguir investindo no mercado da educação, tivemos  um instalo:

Por que não juntar o conhecimento que ele e Maysa adquiriram e lançar uma Cachaça que se comunicasse com o consumidor, como uma boa Cachaça deve fazer?

E este conhecimento entrou na vida de Mauro e Maysa  através da Escola da Cachaça.

Ambos são alunos do  curso Escola da Cachaça, que forma sommelieres de Cachaça de modo completamente online.

O curso nos deu todas as ferramentas que  precisavamos para ter nossa própria marca

Mauro dos Santos

Conhecimento este que inclui uma ferramenta fundamental: um bom método de marketing.

Mauro e Maysa não perdem tempo.

Estão em Confrarias, eventos e feiras, exibindo a um público cada vez mais exigente, seus rótulos nas versões:

Prata, apenas descansado em dornas de inox, Envelhecida em Barris de Carvalho e a envelhecida em barris de umburana.

Para tirar o pé do chão no carnaval, Mauro e Maysa recomendam o drinque “Sol e Brisa”, feito especialmente pelo Bartender Clébio Mendes, do Bar Seo Bastião.

Aprenda a fazer o Sol e Brisa

Ingredientes

– 5 cubos pequenos de manga
– 3 fatias finas de gengibre
– 3 gotas de pimenta
– 70 ml de Cachaça Sóbria Umburana
– Açúcar a gosto

Como fazer
Macere os ingredientes e misture com a Cachaça e gelo em uma coqueteleira. Bata vigorosamente por alguns segundos e coe com strainer e peneira. Sirva em uma taça Martini decorada com uma fatia fina de manga.

Autor: Clebio Mendes – Bar Seo Bastião

Serviço

Cachaça Sóbria
Volume: 38%
Origem: Itupeva – SP
👉Compre aqui

Gostou deste post? Vai fazer todos os drinks e cair na folia?

Então não esqueça de compartilhar com todos os seus amigos!

E não esqueça: SE BEBER, NÃO DIRIJA